Dezenas de milhares de pessoas marcharam por Minsk neste domingo gritando "vá embora" no sexto fim de semana seguido de protestos contra o presidente Alexander Lukashenko, mantendo a pressão sobre o veterano líder bielorrusso para que renuncie.

O país do Leste Europeu mergulhou em turbulência em agosto após uma eleição presidencial, que Lukashenko diz ter vencido de forma esmagadora, mas a oposição diz que foi fraudada. No poder por 26 anos, o ex-funcionário soviético não mostra intenção para renunciar, uma vez que tem apoio da Rússia.
————————-
Bem-vindo ao canal do UOL no YouTube. Aqui você encontra notícias direto da redação, tudo sobre política, matérias especiais e o melhor do mundo do entretenimento.

** INSCREVA-SE NO CANAL: http://bit.ly/2xolCQ2