Uma alimentação saudável e variada é um dos fatores que mais importam no alcance de uma melhor qualidade de vida. Porém, poucas pessoas sabem o que deve ser consumido e a sua quantidade de porções. Grande parte das pessoas consegue ingerir a quantidade correta de nutrientes necessários para um bom desempenho diário, não sendo necessário uma suplementação.

As vitaminas podem trazer uma série de benefícios ao nosso organismo, entretanto, seu excesso pode trazer danos ao organismo. Além disso, certos alimentos prejudicam o estado dos dentes e também o de procedimentos como a prótese dentária. Veja as demais propriedades de cada uma:

Vitamina A

A vitamina A influencia na criação dos tecidos e também está relacionada ao sistema de defesa do organismo e a condição da visão. São exemplos de alimentos ricos nesse nutriente s batata doce, a cenoura, a manga, o espinafre e o couve. A falta desse nutriente no organismo influencia nas mudanças da de nossa vista e no desenvolvimento subsequentes de infecções.

A quantidade de consumo ideal dessa vitamina equivale a metade de uma cenoura inteira. Caso consumida em excesso, a vitamina A é capaz de levar a intoxicação do fígado, porém, se seu consumo for por meio de alimentos como a abóbora e a cenoura, a ingestão pode ser em boa quantidade.

Vitaminas do complexo B

As doze vitaminas que compõem o complexo B regulam a circulação do sangue e ajudam em sua formação. Essas vitaminas são responsáveis por influenciar a atividade e funcionamento do cérebro. Elas podem ser encontradas em alimentos como o arroz, os legumes, a carne de porco, em aves, cereais e grãos. A falta das vitaminas do complexo B influenciam dores de cabeça, náuseas, fadiga e depressão. Portanto, para realizar a ação preventiva desses problemas é necessário consumir uma porção equilibrada desse tipo de alimentos.

Vitamina C

A vitamina C possui função antioxidante, ajuda na cicatrização de lesões físicas, auxilia na absorção do ferro, o que é extremamente relevante para o sistema imunológico. Essa vitamina compõe alimentos como as frutas cítricas, a alface, espinafre, agrião e tomate, e a taxa diária ideal se iguala a um copo de suco de acerola. A falta de vitamina C pode influenciar constantes resfriados, anemia, varizes, problemas de cicatrização e sensibilidade na região das gengivas.

Vitamina D

A vitamina D possui grande importância na formação dos ossos, metabolismo do cálcio e no fortalecimento do sistema imunológico. A carência dessa vitamina repele no desenvolvimento de doenças autoimunes como a esclerose múltipla, a artrite reumatoide e o diabetes melito insulino-dependente. Pode ser encontrada em peixes, no iogurte, gema de ovo e cogumelos, mesmo que em pouca quantidade. A forma mais eficiente de obter a vitamina D é se expondo aos raios solares pelo menos 15 minutos por dia.

Portanto, é muito importante que você se policie quanto a sua alimentação, procurando acumular a quantidade devida de vitaminas e minerais. Essa busca pela quantidade ideal de nutrientes é muito importante para o melhor desempenho de suas atividades cotidianas e para a melhor condição de sua saúde. Caso necessite de ajuda para realizar esse cálculo, consulte um nutricionista.

Leia Também:

DICAS PARA PERDER PESO NA QUARENTENA